Gabriel Pessagno

A atividade profissional de Gabriel Pessagno é pouco usual. Aliada à sensibilidade natural, ele buscou desde sempre cultivar um perfeccionismo com exigência máxima. Meu primeiro contato com esse jovem artista foi surpreendente, revelando um segmento de arte que ainda me era desconhecido – a Alta Costura

 

Em sua formação, a partir de 2011, Pessagno cursou Artes Visuais na PUC-Campinas. Em 2015 decidiu-se por cursar o Haute Couture Embroidery professional training na Maison Lesage de Paris, estúdio para formação de gerações de profissionais gabaritados pelos últimos 160 anos. Antes dessa exigente escola, em 2008 Pessagno cursou design de moda no Instituto Marangoni de Milão. Até hoje Gabriel tem grande atuação na área.

 

Para a maior compreensão do artista plástico que se revela é fundamental conhecermos sua trajetória profissional e identificarmos sua real vocação. Aliado ao percurso trilhado, o artista Pessagno surpreende-nos com uma arguta percepção social e a preocupação realmente verdadeira com o mundo ao redor, frequentemente trágico e comovente. Utilizando-se desde figuras consagradas das obras de Debret e seu mundo com personagens reais, até seus trabalhos reveladores da observação de moradores de Gabriel cria suas figuras e afirma, com convicção, que “ao invés de pincéis e tintas, como seria de se esperar, eu bordo para mostrar o que me emociona. Veste com talento inusitado algo semelhante ao que um gênio como Joãozinho Trinta tornou deslumbrante: revelar com arte e beleza o que injusta e infelizmente nos acostumamos a desprezar.